Navigation Menu+

Lais Souza se emociona com obra de Consentino no Instituto Neymar Jr

Artista plástico santista, de 47 anos, desenhou o rosto da ex-ginasta no ginásio do instituto do craque do Barcelona, localizado em Praia Grande, no litoral de São Paulo

Autor da obra que homenageou o centenário do Santos, o artista plástico Paulo Consentino, de 47 anos, foi convidado pelo Instituto Neymar Júnior para homenagear a ex-ginasta Lais Souza. Segundo Consentino, a pintura com o rosto de Lais – no ginásio localizado em Praia Grande, no litoral de São Paulo -, é o primeiro trabalho de muitos que ele espera realizar em parceria com o craque do Barcelona.

– Fui procurado há cerca de dois anos pelo pessoal do instituto. Eles já me conheciam devido a nossa relação com o Santos, com o próprio Neymar e seus assessores. Foi a primeira vez que tive conhecimento do projeto. A ideia é seguir com a parceria realizando oficinas de arte e produzindo murais no instituto, mas ainda conversaremos sobre o assunto – afirma.

Consentino revela que a homenagem à ex-ginasta foi um pedido do camisa 10 da seleção brasileira. Neymar, inclusive, sugeriu que fosse desenhada a tatuagem de superação que Lais tem no braço.

– Toda vez que você olha para a imagem da Lais e imagina a batalha que ela está passando… é realmente algo muito forte. Procurei retratar o lado humano e não da atleta. Na foto ela está contemplativa (não está triste e nem feliz), transmite força e superação – diz o artista, que já iniciou o desenho, no mesmo ginásio, com o rosto de Neymar.

– Ainda tenho correções para fazer no desenho da Lais. Comecei a do Neymar para dar corpo ao que será feito neste ponto do ginásio. As imagens do Neymar e da Laís irão contrastar com crianças praticando diversos esportes. Vai ficar muito legal – acredita.

Além da obra realizada no CT Rei Pelé, Paulo Consentino é o responsável pela pintura no entorno do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Segundo o artista plástico, os dois trabalhos deram mais visibilidade profissional e o impulsionaram para projetos no exterior.

– Vou fazer o mural do Boa Vista, de Portugal. A ideia é contar o centenário do clube nos mesmos moldes que fiz do Santos no CT Rei Pelé. Na sequência, vou para Barcelona, na Espanha, realizar um trabalho em uma fachada de um prédio – avisa Consentino, que espera aproveitar as Olimpíadas do Rio-2016.

– Esporte e arte tem muitas coisas em comum. Com a proximidade da Olimpíada eu quero começar a trabalhar com personagens do ciclo olímpico e contar a história do Esporte brasileiro – conclui Consentino, que trabalha como artista plástico desde 1985.

Lais Souza conheceu a obra de Consentino no dia 23 de dezembro do ano passado, data da inauguração do Instituto Neymar Jr. O próprio camisa 11 do Barcelona foi quem apresentou o desenho. A ex-ginasta adorou a surpresa.

– É maravilhosa, achei linda, não tem como dimensionar o quanto nos emocionamos (ela e Neymar). Achei lindo o Neymar ter lembrado de mim, pois existem milhões de pessoas que ele poderia ter homenageado. A minha tatuagem no braço é um símbolo que retrata o que realmente estou passando, a busca e a luta para vencer a paralisia, e acredito que vou conseguir – revela Lais Souza.